240214164119_banner_forum2014

APRENDIZAGEM TRANSFORMADORA: NOVAS FRONTEIRAS NO MUNDO DA EDUCAÇÃO

agosto 19, 2014 by Artigos No Comments

APRENDIZAGEM TRANSFORMADORA: NOVAS FRONTEIRAS NO MUNDO DA EDUCAÇÃO é o tema que Carmem Sant’Anna vai apresentar no VIII Fórum Brasileiro de Análise Transacional – CONECTANDO E INSPIRANDO PESSOAS em Outubro de 2014 em Foz do Iguaçu, Paraná.

O curso visa apresentar alguns conceitos sobre a teoria da Aprendizagem Transformadora e seus pensadores. Conjuga conceitos da Análise Transacional, focando a necessidade de aprimoramento da consciência em níveis mais elevados por parte dos educadores. Propõe vivencias que destacam a importância de compreensão dos princípios que regem o processo de aprendizagem do adulto. Palavras chave: Aprendizagem transformadora . Aprendizagem de adultos. Andragogia . Análise Transacional na educação.
Vivemos em tempos de intensas mudanças tecnológicas e desequilíbrios que colocam em risco a vida em nosso sistema planetário e as interações humanas. Neste cenário, o papel dos educadores ganha importância na sociedade. Aprender é um processo contínuo e por isto é essencial ajudar nossos aprendentes a aprender a pensar, formular questionamentos, exercitar a imaginação e a criatividade.
Considerando os impactos que o trabalho dos educadores exerce sobre o educando, sua ação educativa requer a busca de modelos educacionais que privilegie a mudança de pensamento, e oriente criticamente o conhecimento, avançando para uma visão além da utilitária.
Desde 1926 ideias começaram a ser sistematizadas sobre as particularidades da aprendizagem do adulto. Malcolm S. Knowles, nos Estados Unidos divulgou a “andragogia – a arte e a ciência de orientar o adulto a aprender” – trazendo uma grande mudança na forma de conduzir um processo de aprendizagem que faça sentido.
A proposta do referido autor enfatiza um modelo que sai do apenas transmissivo para um modelo que incentiva um olhar também no participante/aprendente em sua especificidade na forma de aprender.
Isso significa considerar as necessidades e experiências individuais na construção dos objetivos de cada programa, envolvendo todos e visando a consolidação dos temas aprendidos. “O modelo andragógico é um modelo processual, (…) se ocupa da provisão de procedimentos e recursos para ajudar os aprendizes a adquirir informações e habilidade”. (KNOWLES, 2009, p. 121-122)
Foz do Iguaçu 16, 17 e 18 de outubro de 2014
forum2014@unat.org.br www.unat.org.br/forum2014
2
Freire (1999) pioneiro no Brasil da noção da aprendizagem de adultos traz à atenção do ensino que valoriza os saberes e experiências dos alunos, apontando para uma educação reflexiva-crítica. Indica como tarefa importante para professor que é a de aprimorar sua habilidade de propiciar segundo o autor (…) as condições em que os educandos em suas relações uns com os outros e todos com o professor ensaiem a experiência profunda de assumir-se […] como ser social e histórico, como ser pensante, comunicante, transformador, criador, realizador de sonhos, capaz de ter raiva porque capaz de amar (FREIRE, 1999, p. 46).
A Análise Transacional (AT) será discutida como poderosa alternativa para uma Aprendizagem Transformadora. O objetivo final da AT coincide com os pressupostos da educação reflexiva-critica levando o indivíduo a fazer suas escolhas para exercer sua Autonomia, que é manifestada pela liberação ou pela recuperação de três capacidades: Consciência, Espontaneidade e Intimidade (autenticidade/transparência). Tal conceito, como os define Berne, é central na proposta do curso. De modo que Consciência é:
(…) a capacidade de viver de uma maneira própria, e não do modo como se foi obrigado. (…) A pessoa consciente está viva porque sabe o que sente, onde está e o momento que vive. (…) Espontaneidade: Significa a opção, liberdade de escolher e de exprimir sentimentos existentes na coleção que cada indivíduo tem disponível (sentimentos do Pai, do Adulto e da Criança). Significa estar liberto da compulsão de ter apenas sentimentos que se aprendeu a ter. (…) Intimidade: é a sinceridade sem jogos de uma pessoa consciente, a liberdade da Criança perceptiva e incorrupta em toda a sua ingenuidade vivendo no aqui e agora. (BERNE, 1995, p. 155-157).
O curso será vivencial. Estimulará reflexões e apresentará ferramentas práticas para que os educadores descubram como a Aprendizagem Transformadora e conceitos procedentes das teorias de aprendizagem de adultos (andragogia) aliados aos pressupostos da AT, sustentado em concepções de comunicação clara e efetiva, através de um alto nível de consciência e compromisso compartilhado entre professor e aluno, tendem a nos levar a ver luz para além das fronteiras no mundo da educação.
Referências (leitura recomendada):
BERNE, Eric. O que você diz depois de dizer Olá? São Paulo : Nobel, 1995.
FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo : Paz e Terra, 1999.
KNOWLES, Malcolm S. Aprendizagem de resultados: uma abordagem prática para aumentar a efetividade da educação corporativa. Rio de Janeiro : Campus, 2009.
Obras consultadas:
O’SULLIVAN, Edmund. Aprendizagem Transformadora – uma visão educacional para o século XXI. São Paulo : Editora Cortez, 2004.
CLOSS, Lisiane Quadrado; ANTONELLO, Claudia Simone. Aprendizagem Transformadora: Um reflexão crítica na formação gerencial.
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1679-39512010000100003&script=sci_arttext. ACESSO EM 4 DE MAIO DE 2014.
Serviço: Este curso voltado para a area Educacional ocorrerá na 5a feira dia 16/out, das 13h30 às 18h30 no VIII Fórum de AT.